Walmart fará investimento recorde no Brasil

Núñez diz que relevância do País fica cada dia mais forte dentro da rede. A cifra será anunciada na próxima semana

Estado de São Paulo – 17.12.2009 – Caderno de Economia 

Na próxima semana, o presidente do Walmart, Héctor Núñez, deve anunciar o maior investimento da rede no País. A cifra é mantida em segredo. O Brasil, ao lado da Índia e da China, está entre as subsidiárias que mais recebem dinheiro da matriz. A compra do controle das Casas Bahia pelo Pão de Açúcar só tornou ainda mais evidente a necessidade de apostar alto no mercado. “A relevância do Brasil no Walmart cresce a cada dia. Tem um país que verdadeiramente está virando um país de classe média”, diz Núñez. O executivo também está entusiasmado com o sucesso da operação da internet. Novato na rede, Núñez diz que o Walmart já vende hoje o planejado para meados de 2011. A seguir, os principais trechos da entrevista:

Com a compra do controle das Casas Bahia pelo Pão de Açúcar, a distância entre vocês ficou abissal. Como o Walmart pretende contra-atacar?

Não vou comentar ações da concorrência. O que posso dizer é que os nossos investimentos serão bastante agressivos, recordes na história do Walmart no Brasil. Se sua pergunta é: “Estão interessados em fazer aquisições?”, sempre estamos abertos para ouvir e ver oportunidades para crescer no Brasil. Hoje, não temos nada sendo avaliado.

Nos últimos meses muito se falou de uma eventual aquisição da filial brasileira do Carrefour pelo Walmart. Houve alguma conversa?

Não posso comentar absolutamente nada. O Carrefour tem de cuidar do Carrefour e o Walmart tem de cuidar do Walmart.

Como o Brasil está sendo visto pela matriz, sobretudo agora, com perspectiva de Copa do Mundo e Jogos Olímpicos?

O Brasil sempre foi importante no portfólio geral da empresa. Isso ficou evidente com as aquisições que fizemos em 2004 e 2005. E mais evidente ainda neste ano, um ano de crise, que investimos R$ 1,6 bilhão para abrir 90 lojas.

R$ 1,6 bilhão = US$ 1 bilhão que corresponde à menos de 9% do alucro anual do Wall Mart reportado em 2009. O Wall Mart  possui vendas anuais de mais de  US$ 400 bilhões – aproximadamente 25% do PIB brasileiro !!!!

Estão “escolhendo” se optam por crescimento orgânico ou se crescem por consolidação (comprando os concorrentes)…