Brasil – PIB cai menos no 1º trimestre que o previsto
O
PIB do 1º trimestre de 2009 caiu -1,8% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior e -0,8% em relação ao 4º
trimestre de 2008, na série com ajuste sazonal. Essas variações foram menos negativas do que a mediana das
expectativas dos economistas (-2,8% na variação anual e -1,9% na variação trimestral, de acordo com a
Bloomberg) e do que a projeção do Banco Fator (-2,73% na variação anual e -1,5% na variação trimestral).
“O PIB do 1º trimestre de 2009 caiu -1,8% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior e -0,8% em relação ao 4º
trimestre de 2008, na série com ajuste sazonal. Essas variações foram menos negativas do que a mediana das
expectativas dos economistas (-2,8% na variação anual e -1,9% na variação trimestral, de acordo com a
Bloomberg).”

Continuo com a minha projeção de PIB 0,0% em 2009. Tecnicamente, isto é um crescimento negativo de mais ou menos 1,5% por causa dos resíduos do forte crescimento de 2008.
Para 2010 – as indicações são de alguma retomada no comércio mundial – em função de uma melhora nos países avançados. O crédito privado também poderá ter alguma retomada em 2010.
mas as dúvidas sobre o imeno deficit americano geram núvens com granizo no ar. Será que vamos nos desviar deste terror ! Corações e mentes dos economistas e investidores estão debruçados sobre este tema neste momento. Acho que esta é a grande questão do momento !  O mundo nunca viveu uma situação semelhante. Outros países – como a Itália – são devedores contumazes – com dívidas maiores que o PIB. Mas a importância isoladad destes países no nosso cotidiano é muito pequena.  Não podemos nos esquecer que os EUA representam 20 a 30% (de acordo com a fonte e com a metodologia) da economia mundial.